PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

11 cortes de cabelos femininos que viraram referência de personalidade

Universa

03/03/2020 04h00

O Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, se aproxima e queremos lembrar muitas mulheres revolucionaram e inspiraram o mundo com seus cortes, colorações, volume, textura.

Escolher um visual significa muito mais do que estar na moda: os cabelos também podem ser considerados um reflexo da luta por liberdade, autonomia e representação social. Por isso, selecionei algumas personalidades que representaram ou representam o poder feminino; inspire-se.

O curtinho de Marilyn

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Marilyn Monroe (@marilynmonroe) em

 

O curtinho volumoso, repicado na base e o platinado, que proporcionou um ar sexy, mostrava como a atriz era dona de atitudes modernas e revolucionárias para sua época. Para quem sonha com o platinado, além de passar pelo teste de mecha, pode pedir ao cabeleireiro para usar produtos que tratam os fios durante a descoloração, repondo nutrientes essenciais para que o cabelo chegue ao tom desejado.

Tina Turner e seu repicado na franja

 

Marcada pelo glamour e exagero, a década de 1980 foi representada pelos cabelos repicados e supervolumosos de Tina Turner, que influenciou a cultura pop. O laquê e a escovação que levantava os fios evidenciava as camadas do corte, ressaltando o formato do rosto e da coloração. Hoje, o repicado ainda é muito usado para quem quer ganhar bastante movimento, principalmente em cabelos finos e ralos.

Madonna: a camaleoa

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Madonna (@madonna) em


São tantas inspirações: curtinho, médio, longo, loiro, preto, cacheado, liso… Empoderada e sem medo de ousar, a cantora sempre foi referência e todas as fases de sua vida foram representadas por um visual diferente. Na década de 1980, não fugiu do clássico Chanel volumoso com cachos e muito laquê. Já nos anos 1990, usava o gel para construir o famoso penteado wet com um ar mais sexy. Hoje, Madonna está com um long bob loiríssimo. Bastam algumas adaptações e o corte harmoniza com qualquer formato de rosto. A finalização fica por conta do babyliss para ondas largas, para dar movimento, e o spray fixador, que segura o penteado por mais tempo.

O liso e longo de Cher, a Deusa do Pop

 

 

Reinventando seu estilo e se adequando a cada época, foi na década de 1960, com um lifestyle antimaterialista e visual inspirado nos hippies, que marcou a história com fios longos e lisos. Para copiar o look, o ideal é usar um CC Cream com proteção térmica antes do secador e, consequentemente, da chapinha. Vale lembrar que você deve deslizar a chapinha e não parar com o equipamento nos fios, pois corre o risco de queimá-los. Finalize com muito spray de brilho.

 

Jenny from the Block

Dona de um estilo moderno, sexy e despojado, Jennifer Lopez muda conforme o ritmo da música. Já apareceu com os fios em diferentes cortes, texturas e colorações. Uma das características da cantora e atriz é ter os fios com algum movimento. Uma dica para quem deseja o styling de J.Lo é usar uma pomada ou mousse nos cabelos secos e amassar as pontas.

Jennifer Aniston e seu icônico long bob

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Jennifer Aniston (@jenniferaniston) em

Quem se lembra quando a atriz cortou os fios na década de 1990? A icônica Rachel Green apareceu em uma das temporadas de Friends com um long bob e o mundo praticamente copiou. Assim como muitas mulheres, ela disse que cortou e se arrependeu, fez de tudo para ele crescer o mais rápido possível.

Por isso, sempre sugiro para as mulheres cortarem aos poucos, para se acostumarem com o visual até chegar na altura desejada. Hoje, Aniston tem um corte em camadas internas que inibe o volume, deixando as madeixas com movimento e textura.

 

A representatividade do afro de Marielle Franco

 

Mulher, negra, mãe e cria da favela da Maré. Assim se apresentava Marielle, socióloga e ativista da política brasileira.  Desmistificando os padrões sociais de que um cabelo bom é um fio alisado, a ex-vereadora era dona de um bob afro despojado e de muita personalidade.

Além desse corte, tantos outros visuais traduziram sua personalidade no decorrer dos anos, como, por exemplo, o uso de faixas e lenços, chamativos e coloridos. Se você quer continuar na luta da transição capitar, o bob afro é uma ótima opção, pois é uma releitura do Chanel, sinônimo de estilo e modernidade. O corte exige as pontas desfiadas na altura do queixo. Para equilibrar o volume, use um CC Cream, que também ajuda a definir os cachos.

A franja messy de Brigitte Bardot

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Brigitte Bardot ❤️ (@brigittebardot_young) em

Musa do cinema francês nas décadas de 1950 e 1960, Brigitte fez história com suas madeixas volumosas, bagunçadas e uma franja repartida ao meio. Com uma personalidade para lá de ousada, a atriz foi considerada uma das mulheres mais sexys de sua época, além de ser um dos nomes mais influentes da moda e ativista dos direitos dos animais. Para compor o visual mais bagunçadinho, o comprimento longo deve ser bastante repicado e a franja mais aberta no centro com as laterais mais compridas.  Vale aplicar um spray de sal no comprimento e amassar levemente para destacar o look messy.

 

Marta: o iluminado da melhor do mundo

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por martavsilva10 (@martavsilva10) em

Lugar de mulher é aonde ela quiser, dentro e fora de campo, e a jogadora Marta adota um estilo mais discreto com um corte moderno, repicado nas pontas, que proporciona leveza.

O tom iluminado, no estilo toffee lights, mistura caramelo com marrom escuro, clareando nas pontas. E é realizado em mechas tão fininhas que é quase impossível enxergar as marcas na raiz. Vale lembrar que após processos de coloração e descoloração, o ideal é fazer uma hidratação em casa semanalmente e no salão a cada 15 dias. A máscara com cor também é benéfica e ajuda a prolongar a ação da coloração, garantindo brilho, saúde e maciez.

O clássico de Anna Wintour

 

 

A editora-chefe da Vogue americana expressa sua personalidade por meio de um estilo clássico que, raramente é substituído por outro: o Chanel, criado pela estilista francesa Gabrielle Bonheur Chanel. O corte transmite elegância com base e franja retas e risca no centro. Se quiser se inspirar em Wintour, além da boa escovação para deixar os fios lisos, modele as pontas para dentro usando uma escova redonda e larga. Modernize o look mudando a risca para a lateral.

Ondas a lá Gisele

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Gisele Bündchen (@gisele) em

Considerada um ícone no mundo da moda, Gisele Bündchen teve seu cabelo com ondas largas como uma marca registrada dentro e fora das passarelas. O truque para conquistar o look da übermodel é usar um babyliss largo, fazendo ondas viradas no sentido da nuca e soltá-las com pomada (quantidade equivalente a um grão de feijão). Basta espalhar nas mãos e passar os dedos entre as ondas. Pode finalizar com spray de brilho.

Sobre o autor

Quando o assunto é cabelo, o expert em transformações Rodrigo Cintra é referência: em 23 anos de carreira, o paulistano, co-apresentador do programa "Esquadrão da Moda", do SBT, coleciona prêmios e títulos como um dos profissionais de beleza mais completos do país. Ele compartilha toda sua expertise em palestras e workshops por todo o Brasil para mais de 15 mil cabeleireiros por ano.

Sobre o blog

Dicas, cuidados, além das principais tendências sobre cabelo no mundo e grandes inspirações para você se apaixonar e apostar já!

Blog do Rodrigo Cintra